Turn my grey sky blue


Neste Inverno acanhado, seguimos essas ruas cinzentas tristes
Olhando o chão, olhando o céu,
Procurando em nós aquilo que os olhos
Para fora de nós não conseguem ver
São dias de tristeza apenas aparente?
São dias de uma Natureza em recuperação
Estes cinzentos céus das nossas cidades
Estes frios e húmidos dias de Inverno acanhado
Esperam o acordar, dentro de nós, fora de nós

Sabemos que chega, mas tarda a chegar
Um dia melhor que nos faça acordar
Que liberte as coisas naturais do seu sono anual
Que nos deixe sair de dentro de nós
Neste dormir que não desejámos
Feito triste e frio por vontades alheias, ou por falta delas
Vamos por essas ruas, olhando o chão, onde apenas lágrimas
Dão a humidade aos dias, turvam os nossos céus
Esperamos o tempo da nossa secura, de dentro
De uma secura...para sempre?

Olhamos o chão e olhamos o céu...
Não vemos ainda o tempo que há-de chegar
Mas já sabemos como há-de vir...
E o que irá de nós fazer.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz