Europa...a quem interessas?

Acordo dia após dia a pensar...na utilidade actual e futura de uma União Europeia. Sempre fui um entusiasta da Europa, e nunca me assustou a ideia do Federalismo, ou da perda de soberanias. Mas tudo tem de servir o mesmo fim, e um fim apenas: a melhoria da vida em cada um dos países da UE, e não em alguns apenas. Hoje, ao ouvir e ler de todo o lado, o atraso na recuperação económica, a perda de qualidade de vida de todos os países do Sul, e no que nos toca, o adiar do regresso ao crescimento e aproximação aos países ricos,  lendo ainda mais, sobre a decadência generalizada da Europa Ocidental, interrogo-me sobre o que foi feito do Sonho Europeu, e quem hoje o rejeita ou despreza e quais de nós já não teremos direito a ele...até morrermos. E não me parece ser pessimista concluir que a minha geração não verá dias melhores, que seguramente os mais velhos já tinham garantido para si mesmos apenas, e que os mais novos provavelmente nunca os verão, ou terão se aceitar, como custo de cidadãos europeus de segunda, o facto de serem subalternos de alemães e nórdicos. Serve, pois esta Europa a quem e para quê?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Leituras recomendadas

Parece normal

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz