O Insuportável Mentiroso e Desleal

Mentiroso como homem, desleal como português. Um homem em quem, de facto, não se pode confiar.

Numa cerimónia mediática, para 'lançar' o início da obra da barragem de Foz Tua, mais uma da propaganda a que nos habituou, o Mentiroso e desleal do costume, Sócrates afirmou que a obra era polémica, mas que o 'erro em Portugal é se é polémica não se faz", numa alusão ao PSD, quando este esteve no Governo.

Só que a 'polémica' foi gerada pelo PS e por ele mesmo, Sócrates o sem nível. É política do mais baixo nível, como se esperava e espera desta criatura falsa, sem escrúpulos ou formação humana básica. Ele, garotinho do seu melhor, gerou a polémica no passado e vem agora fazer o mesmo, com os planos do PSD, como tantas e tantas obras que este cínico iniciou. Com base em planos e ideias de outros, e nem uma dele, ou de um giverno PS. Nenhuma auto-estrada foi construída com base em estudos e em ideias de um governo Ps da era Guterres-Sócrates. Nem uma! E ainda assim não deviam ter sido construídas nem metade delas.

Mas este país lançado numa recessão, que já se previa, e eu aqui mencionei, insiste na obra mais ridícula e desnecessária, e a mais cara de todas: o TGV. Um país falido, porque totalmente empenhado e dependente de recursos financeiros externos, insiste numa obra que não terá nenhuma utilidade e só serve para o engradecimento de uma criatura que nada de útil fez na sua vida nem nada deu ao seu país, tal como lhe competia, como governante (autoritário e anti-democrárico, embora).

O país tem uma forma de lhe 'agradecer' este abuso de poder absoluto e narcísisico: expulsá-lo e ostracizá-lo. O TGV provavelmente nunca será construído, ou sê-lo-á daqui a muitos anos, mas ficará na memória de todos como a inútil obra que um homem arrogante e insuportável, teimou em fazer, porque tinha a noção de um dia vir a ser odiado, tanto como Salazar, e meteu-se-lhe naquela cabeça burra que esta fantasia de parecer fazer coisas, se mascara com coisas destas, inúteis e financeiramente incomportáveis.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz