Novas manobras de encobrimento do Ministério Público

O Ministério Público prepara-se para arquivar, ou destruir, as provas contra Sócrates, no caso Freeport.

Uma coincidência. Esta defesa intransigente de um indivíduo, sobre quem existem tantos indícios de ilicitudes, ilegalidades, actos de corrupção, de manipulação, de criação de rede de influências, de intimidação dos que não lhe são próximos ou o criticam, de interferência em empresas privadas, de ameaça e chatagem de perda de negócios do Estado se não forem acatadas as suas vontades, de criação de órgãos e entidades directamente nomeadas, dependentes e manipuladas por ele...

Esta defesa cega e surda de uma criatura que não apresenta neste momento nenhum dado nem sinal de que possa merecer não só qualquer confiança, como até de lhe dever ser votado um distanciamento, um afastamento e um esquecimento do mesmo, dos anais da nossa triste, vergonhosa recente história, vai arrastar para a valeta e p descrédito público entidades como o Procurador Geral da República, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, o Governador do Banco de Portugal (que se está a por a milhas a ver se ainda vai a tempo...), de vários Procuradores-adjuntos do MP (da confiança do PGR, que já não a confiança de ninguém, excepto da corrupta direcção socialista actual (mais perto do seu fim do que de outra qualquer coisa...).

De cada vez que surge algum indício, prova ou suspeita sobre a Criatura vergonhosa que ainda nos Governa, prontificam-se os seus bem colocados (por ele) amiguinhos a desmentir, mandar arquivar, mandar destruir provas. Mandar destruir provas? Mas essas provas são património da Justiça e do Estado. Ou isto é a vergonha de Hugo Chávez?

Esta vergonha nacional que alastra, todos os dias agora, vai levar, mais dia, menos dia a um Petição Pública, ou a coisa muito pior, de movimentações sociais, e obrigar, forçar o Presidente da república, que parece ainda acreditar n Pai Natal, a tomar um posição.

Não quer a Oposição as eleições para substituir Sócrates tão cedo...

Mas o certo é a agenda política já nem pela Oposição é ditada e que se preparem pois as coisas vão se degradar e de forma exponencial e vertiginosa!

Ou as coisas mudam, e Sócrates é corrido do Poder, e os seus amiguinhos mentirosos e membros da sua rede de corruptas influências ou vai haver convulsões neste país...

Ou o Presidente toma uma atitude brevemente, ou terá o povo de a tomar...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Leituras recomendadas

Parece normal

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz