Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2010

Público: DIAP investiga Associação Nacional de Farmácias

Como eu dizia há uns tempos...aqui.
Levaram tempo...dois anos, a perceber. Incrível! Este é apenas mais um caso. Ou mais uma faceta do mesmo caso. O Caso Sócrates. Um caso que nos compete a nós resolver. Não esperemos que este homem, esta criatura, se vá demitir e nos deixe chorar a vergonha de um dia o termos eleito (não eu, enfim...).
Não esperemos que os amigos, como o Procurador Geral da República, que alguns pretendem agora também intocável e inatingível, 'um homem acima que qualquer suspeita' (ou da Lei? Não queriam mais nada...), vá resolver o caso Sócrates. Ou que o PS vá alguma vez admitir que algum dia errou no líder e que dê o dito por não dito. Nada disso. O 'Caso Sócrates' terá de ser resolvido por nós, os 'outros'. Com o que isso acarreta de imagem, pois nós, povo português, que querem que nos sujeitemos às pessoas, seremos acusados de muita coisa, e não coisa boa. Mas o que tem de ser, tem de ser.
Não esperemos que o Presidente do Supremo Tribunal …

A Comissão de Ética (indesejável, claro)

AR: José António Saraiva diz ter recebido ameaças de morte e revela pressões sobre o SOLFizeram eco, as frases de José António Saraiva, director do Semanário SOL, hoje no Parlamento. Segundo disse na comissão de Ética, o BCP de Santos Ferreira e Armando Vara foi, desde o início, hostil com a direcção do SOL. Além disso, José António Saraiva diz que o poder judicial está a encobrir o poder político. José António Saraiva insistiu na ideia de que há pressões sobre o SOL, e relata o caso de alguém próximo do Primeiro-ministro que pressionou a direcção do Jornal, por causa das notícia do caso Freeport. Daqui, terão resultado mesmo algumas ameaças de morte, revelou o director do jornalin RTP, 26.02.2010
São todos mentirosos, só um fala verdade: Sócrates. (e apaniguados, 'La Cosa Nostra')
O nervosismo de alguns deputados, ao serviço do 'Polvo' é sintomático. E é, de facto, uma triste figura. Quando Henrique Monteiro e José António Saraiva, dois dos jornalistas mais reputados e …

A ler, e reflectir...

Hoje deu-me para referir e referenciar artigos de outros, mas quando escrevem melhor, mais esclarecidos e mais objectivamente do que eu...
Leia-se este excelente texto do Espudamente, aqui.
E leia-se o artigo do público, claro que é mais um jornal que inventa e mente. Ou não fosse o caso de ter opinião diversa da do 'Polvo'-Sócrates. O Público, mas podia ser outro qualquer. Eu sempre disse que a 'criatura' não se licenciou, mas até houve quem inventasse um MBA, e com 16 valores, para o 'dito'. Não é grave? Que interessa que seja licenciado (até interessa, num país europeu que se diz moderno e com bons quadros, etc, etc. Mas enfim.) Interessa é a mentira e a fabricação de provas (aliás nunca as houve e tudo se arquivou, pela mão do amigo Procurador Geral). Interessa a integridade e a dignidade de uma criatura que ocupa um lugar de destaque no Poder Executivo, o lugar máximo, porque interessou em tempos ao seu esfarrapado Partido.

Mais um mentiroso. Quem se espanta, já?

Imagem
Rui Pedro Soares, desmentido, como aliás já Todos sabíamos, por Carlos Barbosa. Aqui.
Um 'puto' como Administrador da maior empresa portuguesa. Porque os Boys socialistas são gente superior, e não precisam de dar provas de coisa nenhuma. Mas que o 'puto', armado em educadinho e elegante, se queira armar em engraçadinho, porque se trata de uma empresa onde o Estado tem uma (estúpida e anacrónica, asfixiante e estranguladora) 'golden-share', isso é outra coisa.
Mesmo que se tratasse de uma empresa cem por cento privada, há regras para operar nos mercados, há procedimentos adequados e outros que não o são. E o respeito pelos consumidores não fica em feito em tábua rasa', ainda que a PT seja mais controlada por privados do que pelo Estado.
Ir à Assembleia da República e mentir com os dentes todos e também omitir...
Alguma forma e alguma solução tem de haver para terminar com este ibero-americanismo da nossa política. Uma votação num Partido não lhe dá o direito de…

A Verdade e o Amor de Sócrates-1984

Imagem
Um excelente artigo de Paulo Pinto de Mascarenhas, aqui. Mais uma pessoa que pensa, obsessivamente, pela sua cabeça. Mais um jornalista cujos artigos vão parar às Catacumbas de Sócrates, Jorge Lacão, Santos Silva e o ministro-para-todo-o-serviço, qual mordomo especial e leal, Pedro Silva Pereira.
Apenas negar que se fez ou pensou e já está...nada mais é preciso, porque na sua Magnânima Pessoa, os Socialistas (este e não os verdadeiramente democratas de outros tempos) são Detentores da Verdade e do Amor Social. Pensam...somos tãoooo bons que nos basta negar e todos confiarão e nos seguirão.
Não sabem eles que serão todos, sem excepção, substituídos pela mesma máquina partidária que lá os colocou? Coitados...


Eduardo Prado Coelho

Imagem

Sintra

Imagem
Sintra (todos os Direitos Reservados por Alexandre Bazenga Fernandes)

Temporal devastador na Madeira

Imagem
A Madeira foi fustigada este Sábado por um temporal talvez nunca antes verificado. Ou de que não há memória. As causas, do ponto de vista natural e do clima, podem nunca ser esclarecidas. E, se o forem (como atribuir as causas destes graves acidentes naturais a alterações climáticas), nada nos diz que se poderão evitar ou mesmo minimizar.
Um radar meteorológico que falta na Madeira (por responsabilidade nacional, visto que o Instituto de Meteorologia depende directamente da sede em Lisboa), dizem-nos, podia ajudar a prever com cerca de três a quatro horas de antecipação, mas pouco ajudaria na prevenção das consequências verificadas. Eventualmente um alerta lançado a tempo poderia evitar minimizar o número de mortes e acidentados, mas poderia ainda ser ser marginal o seu efeito, ou mesmo ser mais grave.
A força das águas, que ganharam energia cinética pela construção efectuada no sentido de corrigir os cursos de água, as ribeiras, foi a maior responsável pela imensa destruição e devastaç…

Monsaraz

Imagem
Monsaraz (Direitos Reservados por Alexandre Bazenga Fernandes)

Controlar Órgãos de Comunicação não é Crime

"Controlar Órgãos de Comunicação não é Crime", diz o Procurador Geral da República. E já o sabíamos. Em inúmeras situções nó portugueses colocamos as questões sobo prima da legalidade, ou da falta dela.Parece-nos fazer sentido que assim seja. Mas legal e justo serão a mesma coisa? E Justo e correcto? Ou adequado às circunstâncias do momento? Ou lícito e não legal? E legítimo? Moralmente correcto? E politicamente correcto, lícito ou justo sensato?Tudo são formas, ou perspectivas de analisar um assunto, tão gravoso, e que urge analisar, e resolver, como este designado 'Caso das Escutas' ou da 'Face Oculta' ou ainda outras situações e 'casos' que ligados ou não a estes mencionados, também envolvem a falta de honestidade e lisura do Primeiro-ministro.É já óbvio que no ponto em que estamos, este ou estes casos não se podem ver, e resolver, de um só ponto de vista e, muito menos, do da legalidade, ou da legalidade 'tout court'. E também não podemos …

António Costa...(não era necessário)

Não há qualquer matéria criminal, segundo o Supremo Tribunal de Justiça, disse António Costa. Pois, então é caso para se dizer, sem qualquer sombra de dúvidas, qualquer, que o Presidente do Supremo não nos inspira qualquer, qualquer, confiança sobre a sua dignidade e homem de bem e de verdade, o que é o mesmo que dizer que deve ser demitido, se não se demitir. Tal como O Procurador Geral da República.
Mais dois, apenas. Que não contam nada, também. Num país decente só contam os que não entram em conspirações como esta, que é evidente, berrante, demais. E se não fossem PS eu diria precisamente o mesmo! Como tenho dito, tantas e repetidas vezes, de alguns PSD, que ainda por lá andam...
Ou a política se torna mais séria e ganha credibilidade, ou terei de concordar com o que diz o meu amigo deste excelente Blogue.
Acho que, se não mudamos isto, ele tem razão, ou seja, teve-a já o velho Ditador quando afirmou que "cada povo tem o Governo que merece" (António de Oliveira Salazar). P…

Escutas, crime e desmentidos

Imagem
Pedro Silva Pereira. O mago das mentiras do Governo. Acha ele, eles, que lhe basta desmentir? E quem acredita? Só por cegueira clubista...e absolutamente facciosa, ou com interesses idênticos...
Ora é crime a divulgação de escutas... Também era crime fazer o 25 de Abril... Não era legar fazer um golpe de Estado, como o 25 de Abril. Será que interessa sequer, por segundos que sejam, discutir a legalidade de tão importante, marcante e absolutamente necessária divulgação de escutas ou outros indícios, ou provas do âmbito investigatório de um processo como este?
Não será mais importante, ou aliás, a única coisa que importa mesmo, saber-se a verdade?
Que insistência e que argumentação infantil...'vamos desmentir e já está'. Fica tudo na mesma... Ridículo!

Pedro Silva Pereira e apaniguados

Imagem
Ele é apenas um. E nem é importante. Podia ser, se não fosse mentiroso e sem vergonha como Sócrates, o 'chefe', como é citado pelos amigos que são mencionados nas escutas. As famosas escutas, que tanto assustam os socialistas. Afinal com razão.
Mas Silva Pereira é cada vez mais sem vergonha. Quanto mais fala mais se enterra. Para nosso bem. Finalmente.
O problema não tem a ver apenas com controlo de órgãos de comunicação social, por si só justificativo de uma demissão imediata, sem apelo nem agravo. Apenas pela desconfiança que gerou, e não é só disso que se trata, já devia ter sido interpelado, na AR e pelo Presidente. E não há outro caminho que a sua demissão e, para bem do PS, um Partido de que a Democracia precisa, que seja total e definitivamente afastado de todo e qualquer cargo ou função política, mas em conjunto com outros apaniguados, igualmente mentirosos, como este triste Silva Pereira e o amigo Lacão, Santos Silva, etc.
Triste, bem triste e preocupante é termos, ao …

Crise para todos mas...pouco universal

Imagem
Já havia dito tantas vezes, a amigos e familiares. Esta crise nada mudará nos meios económicos ou financeiros. Nada mudará, que seja para melhor, no mundo do trabalho, ou na atitude sobre as designadas 'forças de trabalho'. Mudará sim, para os que ela mais atingiu. Que terão de trabalhar mais, sujeitar-se a novas e mais duras 'regras' e atitudes, por parte dos gestores e dirigentes. Quanto a quem a provocou, que foram precisamente gestores, financeiros e outros, e políticos, ficarão na mesma, actuarão da mesma forma, nada perderão em regalias...
Querem um exemplo, a começar por Clientes? ( e eu entendo muito bem que os custos de uma empresa, por definição, deverão ser suportados pelos seus clientes, se o mercado, a concorrência, quando a há e é autêntica (nada tipo PT versus Zon...) assim o permitir.
Ora, os bancos que nunca deixaram de ter lucros fantásticos, e é normal que o tenham, mas talvez com mais 'decoro' (comercial e financeiro), já se começam a voltar p…

O destino dos 'inimigos' de Sócrates

Imagem
Não foram apenas Manuela Moura Guedes e Mário Crespo...
Mais alguns dos 'eleitos' (alvos) de Sócrates são: Pedro Lomba, Paulo Tunhas, Helena Matos, José Manuel Fernandes, Vasco Graça MOyra, Eduardo Cintra Torres, Marcelo Rebelo de Sousa.
A Lista conhecida, é apenas dos mais conhecidos, dos que eram mais lidos e respeitados na Comunicação Social. Mas há muito mais que, embora não tendo acesso tão directo aos mais divulgados órgãos de Comunicação, também foram escolhidos, eleitos, silenciados e 'esfrangalhados' por Sócrates.
E não fica o tal que se diz Primeiro-ministro pela informação ou pelos jornalistas. Atacou e ataca órgãos e personalidades em posições de destaque e decisão em empresas privadas. Totalmente privadas. Usando da 'grande arma' do Estado: sendo o Estado o principal cliente de muitas empresas, e sempre o primeiro, em volume de negócios, nas maiores empresas portuguesas, usa desse estranho poder negocial, para chantagear...
É o caso de órgãos de comun…

Há muito que se avisava...

Imagem
Começa a ser difícil entender um país como o nosso. Uma democracia, já nem de letra minúscula. Uma sociedade que não consegue gerar verdade, honestidade, e coragem.
Este nosso Portugal está muito enfermo. A enfermidade foi-lhe infligida por um Partido que, em si mesmo, não é inteira e unicamente responsável, se bem que o é no que ao suporte que presta à sinistra e suspeita figura diz respeito. E essa enfermidade foi propagada pela inépcia da nossa estagnada Oposição!
Há muito que se vinha avisando sobre a figura, a personagem Sócrates. Portugal não tinha necessidade de ter um homem assim, à cabeça das suas reformas, leis, gestão e...misérias. Não se necessitava de uma criatura como este sinistro e desgraçado indivíduo.
Qual a importância de que se reveste uma personagem assim, para que a ele se apeguem tantos homens e mulheres válidos, seus partidários ou não? Como pode representar tanto para tanta gente, ainda, um homem que inventou o seu currículo, que manipulou empresas públicas e pr…

O Poder das Ideias

É frequente ouvirmos dizer, a amigos, a familiares, que o que pensamos, e mesmo o que dizemos não pode vir a alterar nada, se há que alterar, se for, parcial ou totalmente positivo, benéfico, para outros, para toda uma sociedade. Que fazer se 'não se vai mudar o mundo'?
Pois eu defendo muito veementemente a atitude oposta. A de que as nossas ideias, se válidas e bem argumentadas, e defendidas com base em pouco equívocos ou até inequívocos pressupostos, têm sempre o seu peso, a sua importância e o seu lugar no caldo de tantas outras, seguramente tão ou mais válidas.
O mundo muda-se todos os dias, e, devido a cada um de nós, um pouco mais, pouco a pouco.
Todos somos importantes e chamados a essa mudança. Todos, mesmo os que não são responsáveis por uma ideia nova. Seja ela sobre uma reforma política, mais, até, sobre um novo regime, político e social (como tantas vezes sucedeu na História, na Europa e no Mundo), ou sobre uma pequena reforma, que apenas interessa a uma minoria. Sej…

José Sócrates e a mania de mandar em tudo e todos

Muitos políticos na nossa história, portuguesa e europeia, tiveram esta sede de 'mandar', mais do que liderar, e de tudo fazer para à sua volta se ir alastrando um deserto. Um deserto de ideias, que fossem contrárias às suas. Por regra esses homens que ficaram na história por essa faceta, de totalitários, de impor o pensamento único e devastar e arrasar com os adversários, ganharam justamente o epíteto de Ditadores.
Mas entre nós grassa um que, ainda incólume, manipulando juízes e órgãos de comunicação, Tribunais de Alta instância, e, bem mais grave, opinião pública, continua a sua senda de buldozer sobre toda e qualquer oposição, como se só ele soubesse (e de ignorância poucos lhe baterão a palma...), como se só ele fosse iluminado e só ele pudesse ter razão.
Esse homem, é aqui mencionado, no Blogue do Insurgente.

Sr. Ministro: mentir não lhe fica bem

Imagem
A Dívida da Madeira. A Dívida externa portuguesa. O PIB nacional. Os princípios. A disciplina financeira.
De tudo isto temos ouvido falar nos últimos dias. E de muita mentira. A começas pelas de Teixeira dos Santos. Que, sendo Ministro das Finanças, não lhe assentam bem as mentiras. Só por disciplina de Partido? Só por clubismo? Mas o mesmo faz o PSD. Porquê a insistência sobre a Lei das Finanças Regionais? Porquê a insistência em sobrecarregar o Orçamento do Estado com mais dívida para a Madeira?
Não seria um bom princípio, sim apenas isso ou quase só um princípio (João Cravinho colocou muito bem o problema ao dizer que não se trata de discutir valores de reduzido significado- de facto, falamos de 600 milhões de Euros e não de cerca de 200 biliões que são a Dívida Externa de Portugal a valores de 2009, ou dos sete mil milhões que são a avaliação inicial do custo do inútil TGV...mas Cravinho foi o principal responsável pelo excesso de Auto-estradas que Portugal agora tem, enfim...). P…