Sondagem Legislativas 2009


Há uns dias saiu uma sondagem de uma empresa, Aximage, que dava a vitória ao PS com cerca de 41% !?!

Agora uma sondagem da Universidade Católica indica que o PS pode ter 37 %, com tendência para descer e o PSD 35 %, com tendência para subir. O BE poderá chegar a uns inimagináveis e muito pejudiciais 11 %, ficando o PCP (CDU) por 8 % e o CDS-PP por 6 %.

Ora, as sondagens da Católica costumam ser das mais rigorosas das que habitualmente se realizam em Portugal, tanto quanto as da Eurosondagem, do amigo de Sócrates, já denunciadas um dia por Manuel Alegre, as que mais tendenciosas temos por cá.

Veremos se estas sondagens batem certo e...faço aqui a minha aposta em como o PS nem assim terá mais pontos percentuais do que o PSD e, em termos do que interessa para a Democracia semi-parlamentar que, por definição, temos, em número de Deputados, ganhará claramente o PSD. E ...aposto numa diferença de alguns pontos mais do que esta sondagem da Católica. Algo como, exactamente o inverso destes números, entre os dois maiores partidos. Obtendo o PSD uns 37 % e o PS abaixo dos 35 ou 33 %.

Apenas uma aposta...e como tal, sempre falível...

Veremos...


Comentários

Anónimo disse…
só espero que a 3ªforça politica seja o CDS (já que infelizmente nunca será a 1ª) para bem do nosso País, pois se começamos a virar para BE qualquer dia estamos no glorioso ano de 1975.
Anónimo disse…
"Este governo não cairá porque não é um edifício, sairá com benzina porque é uma nódoa." -Eça de Queirós
Anónimo disse…
Viva Socrates...
Viva o PS...
Anónimo disse…
Esqueci-me de referir que o melhor seria o PS ganhar com maioria relativa e fazer coligação com o BE...

Os professores, magistrados e funcionários públicos que se ponham "finos"
Anónimo disse…
Sr Aleatório

 22.09.2009 (1 seconde avant)
Há milhares de off-shores no Mundo e, creio, milhares de apartamentos em Lisboa. Não é coincidência - é mesmo assim! Nada abala esta verdade. Mas há algumas coincidências extraordinárias dignas de um estudo exaustivo por parte dos maiores especialistas em estatística. Senão, vejamos…
No momento em que, por coincidência, o Sr. Sócrates é Ministro do Ambiente, a sua mamã, por coincidência, que é reformada, por coincidência, que vive apenas da sua reforma, por coincidência, compra, por coincidência, a pronto, por coincidência, um apartamento, por coincidência, em Lisboa, por coincidência, que pertence à mesma off-shore detentora do projecto Freeport em Alcochete, claro, por coincidência. Apenas por coincidência, houve capitais desviados e indícios óbvios de luvas pagas. A investigação prossegue mas, ainda por coincidência, não há avanços significativos em Portugal. Por coincidência o Sr. Engenheiro que, por coincidência, era amigo do fulano que passa os diplomas e não precisou de tirar o curso para o ter, é hoje primeiro-ministro, digamos que... por coincidência. Por coincidência, claro, vai disputar umas eleições legislativas depois do único canal que o afrontou e apontou o dedo como corrupto ser silenciado, por coincidência, depois de ter revelado que tinha novas revelações bombásticas não sobre algum deputado ou elemento do governo mas sim sobre a sua pessoa, tudo isto apenas e só por coincidência. Não foi a RTP, não foi a SIC. Foi a TVI, por coincidência. Por coincidência, outros órgãos de comunicação social são alvo de escutas, para que não vão as coincidências nos surpreender e surjam surpresas antes das eleições o que seria, convenhamos, uma extraordinária coincidência.
Vou jogar o Euromilhões e esperar que me saia o Jackpot. Parece que se eu preencher uns 10 boletins onde coloque todos os números e estrelas possíveis, de certeza que acerto na chave certa. Por coincidência, até pode essa chave certa estar concentrada no mesmo boletim. Ajuda-me Sócrates …

Sr. Aleatório
chriskimsey disse…
Olá
Até hoje eu era um dos indecisos. Como pai de uma criança a estudar pela primeira vez no 1.º ano do 1.º ciclo, com a noticia sobre o computador Magalhães ser suspenso ou melhor

"só-ha-magalhães-se-votarem-em-nós-e-nós-ganharmos-as-eleições-de-contrário-não-há-magalhães-para-ninguém"

acabou a indecisão. O que é que eu posso fazer? Não gosto de chantagem sobre a educação, a escola ou as crianças e seu futuro...

Uma cura da oposição vai fazer bem ao Partido Socialista...

JM
Anónimo disse…
Vota BLOCO esquerda democratica e de confiança.
Anónimo disse…
Apesar da extrema vulnerabilidade a todos os niveis do PS, o PSD vai perder estas eleições devido á campanha inenarrável que fez.

Começou com a estória das listas, dos nomes incluídos e sobretudo dos excluídos, passou para a estória da "asfixia democrática" quando o Português médio não a sente, foi á boleia da Manelinha, a Moura Guedes, que na realidade tinha o espaço televisivo de maior promoção do Governo tal a boçalidade e falta de profissionalismo da dita senhora, baralhou toda a já frágil mensagem quando a sua lider foi vista a falar de "astfixia democratica" junto do mais asfixiantemente democratico politico português - o eucalipto da democracia Alberto João Jardim, viu revelado um esquema de fabricação de noticias conotado com a tal "asfixia democrática" num pasquim outrora de renome comprometendo ainda o PR - detentor da reserva moral do partido.

O PSD não se distinguiu do PS através de uma ideia, um rumo, uma inovação. E seria tão fácil já que o PS não apresentou uma unica ideia nova, um rumo, uma inovação.
Ambos se mimetizaram no "Apoio ás PMEs". Que bom!

Voto invariavelmente centrão e normalmente intercalado. Votei Durão depois do Guterres abandonar o barco, votei Sócrates depois do descalabro Santana Lopes, vou votar Ferreira Leite depois do da arrogancia, da manipulação de numeros e do lobo em pele de cordeirinho Sócrates, mas sei que o PSD nada fez para merecer a vitoria no Domingo.

Fez muito aliás para merecer a derrota que vai sofrer.
Obrigado a todos pelos Vossos comentários. Não tendo podido responder a cada um, o que seria adequado e educado, fá-lo-ei em forma de novo 'pots'.
Obrigado!
Deixem-se de monotonias. Assistimos a uma má governaçao do PS o PSD e um Partido cheio de curruptos e uma liderança deles seria um Desastre.
EU quero Justiça, Abaixo os Milhoes de Euros, Mais distribuição
VIVA O BLOCO DE ESQUERDA VIVA O LOUÇÂ
BE! BE! BE! o futuro a eles pertence
Votar Bloco de Esquerda?? Com que objectivo? Castigar o PS e o PSD? Disparate! O Louçã não é apenas demagogo, é incompetente, ignorante, arrogante, elitista e profundamente anti-democrático. Votar BE é não ter ideia sequer do que é Democracia. Nãp se vota 'contra' alguém, vota-se EM alguém.
Vocês é que sabem...
Anónimo disse…
CDS!!!!!!!!!!!!!!
Anónimo disse…
Como é que alguém em seu perfeito juizo irá votar BE.Um partido que quer acabar com beneficios fiscais para PPR, saude, educação, voltar as nacionalizações e acabar com os Rodeos,existem tantos em Portugal !!
Deixemo-nos de conversa fiada, de invejas e vamos levar o pais para a frente.
Deem uma oportunidade ao CDS.
Ali Baba disse…
O mal de todos nós Tugas, é que todos nós perdemos os TOMATES logo após o 25 de Abril!!!
Acomodamo-nos ao sistema actual de alternância entre PS e PSD com o CDS-PP à boleia!
Se nós alguma vez votassemos num partido tipo BE ou PCP esses cabrões Socialistas, social Democratas e afins, iriam apanhar um valente susto e saberiam que o povo Português afinal Não OS perdeu e que não somos assim tão Otários como eles pensam que somos!
Anónimo disse…
Nos tempos que correm e na situação em que estamos, o que me espanta é que existam muitas pessoas a pensar em votar BE...Votar BE = incentivar a preguiça + incentivar criminosos + incentivar aos subsidios de "pobreza"(gente que não quer trabalhar).PS e PSD tiveram a sua oportunidade.Parece-me claro que é altura de dar força ao CDS-PP.Leiam as propostas do CDS-PP e vejam se tudo não faz muito mais sentido.
Anónimo disse…
Vamos lá deixar-nos disto e passo a explicar:
O Sócrates ganhará sempre, ora vejamos, em tempo de crise deu a volta por cima conseguindo colocar milhões numa única empresa Portuguesa, ou seja J P Sá Couto, diga-se a bem da verdade, Magalhães, conseguiu para Portugal o fabrico e comercialização de aerogeradores, passamos de compradores a produtores e fornecedores, em tempo de crise foi considerado o governante modelo pelo que apresentou verbalmente e não só, numa diga-se convenção, ao qual passou a ser mais escutado e levado a sério pelos restantes governantes. Meu Povo perante isto digam, vale a pena mudar?
Já sei que os Portugueses e Portuguesas que o Sr. Eng. José Sócrates fala e tanto apregoa somos nós todos.
Apetecia-me chamar inergumes, mas não vale a pena. Só poderei dizer: ai que mal agradecidos.
Que alegria deixar uma “sinhora” mal agradecida no meu partido.
Sr. Engenheiro seja bem-vindo.

Vieira de Barcelos
Anónimo disse…
O problema desta gente toda é que gostam de ouvir promessas e palavras "bonitas" que não nos levam a lado nenhum. O louçã é um completo demagogo. Não se pode votar num partido que apenas tem o poder da palavra e da crítica quando a sua campanha e propostas são impraticaveis e insustentaveis. Esta "moda" do ser difrente e de "castigar" os partidos centrais é simplesmente ridiculo. Não estamos a brincar...estamos em crise. Quanto ao PS...se realmente ganhar como previsto eu perco o respeito que me resta pelos portugueses e simplesmente traduzo por puro masoquismo. Votaria sim no PP se não fizesse tanta questão que o Sócrates e a sua escumalha perdessem hoje. A minha indecisão foi sempre entre PSD e PP. Espero sinceramente que ganhe o PSD e que o PP passe à frente desses arrogantes sonhadores...
Anónimo disse…
Mal agradecidos? Apenas posso dizer que quem não quer que isto mude, ou são comodistas ou os beneficiários dos rendimentos mínimos a torto e a direito. Simplesmente triste.
CDS-PP!

Carlos Almeida
Anónimo disse…
Há aqui comentários demasiado criativos e pouco concisos. Se imaginarmos estes últimos quatro anos com o PSD no governo estaríamos nas mesmas condições económicas mas menos preparados para o futuro, é importante pensar a longo-prazo. Houve alturas menos felizes na governação de Sócrates, mas com um país naquele estado ninguém poderia fazer tudo bem.
A continuidade é outro aspecto importante para uma evolução estável da economia e da instauração de reformas que acabem por dar realmente frutos. Basta olhar para outros vizinhos nossos mais evoluídos e ver quantos governos tiveram nas ultimas décadas comparando à situação portuguesa.
Não tenho grande experiência no que diz respeito ao mundo da política, mas tento estar atento e não é preciso muito para descobrir as diferenças fundamentais entre Sócrates e a Manuela Ferreira Leite. Ou optamos por um caminho virado ao futuro ou então invertemos completamente o sentido e voltamos a políticas ultrapassadas que nos vão trazer grandes consequências para o futuro.
Esqueci-me de abordar um assunto fundamental, a mentalidade dos portugueses. Preocupam se demais com os seus direitos e de menos com os seus deveres. É importante incutir um sentido de responsabilidade e de trabalho ao nosso povo.
Já dizia o outro: os alemães comem para sobreviver, os portugueses vivem para comer.
SiCaDu disse…
Vamos ver é se não temos um governo de coligação... PS-CDS/PP. A esquerda verdadeira vai ficar-se pelos 20%, ou pouco mais na melhor das hipóteses (12 Bloco e 9-10 CDU), o PS que representa a política do interesse e o interesse está, hoje, claramente à direita atingirá a casa dos 38-40%, com o CDS a ir aos 6% (aí está o verdadeiro perigo!) e o PSD a quedar-se nos 34%. Ao contrário do que se propaga por aí (ai esses conhecimentos de História...) foi quando a esquerda teve peso real que a classe média mais ganhou e quando a pobreza e o desemprego foram mantidos a níveis controlados (para os menos aptos a interpretar textos, vulgo hermenêutica, não disse que fosse exclusivamente a esquerda a fazê-lo, apenas que quando havia equilíbrio entre os dois polos isso se verificou). De resto toda a gente inteligente e despretensiosa concorda que o sistema ideal seria a anarquia (não, não quer dizer caos, veja-se a etimologia num qualquer dicionário), onde todo o homem seria responsável e agiria de acordo com os melhores interesses da sua comunidade sem deixar de cuidar de interesses pessoais. Ou o sistema ideal é ter uns que controlam outros?!...
Anónimo disse…
Já podes fexar isto...

Como vês, fazer previsões é falivel
"Fechar", se não te importas, 'anónimo'. Antes não assassinar a língua, com comentários assim. Pois e 'fechar' o quê??? O blogue??? disparates...há duas virturdes ou três a meu favor: Não sou 'anónimo'. Não comento com medo, nem escrevo para ter a mania de estar certo. Sou parcial, assumidamente. Como diz o subtítulo do blogue. Este blogue tem vários anos. O Sócrates tem menos anos do que este blogue e menos de cultura (aliás é um 'zero' em cultura e informação e um criminoso em política...) e informação do que eu. Não previ nada em concreto, é só ler mais criteriosamente, este e outros textos subsequentes. Não sou faccioso por ninguém, mas prefiro, sem peias, um partido de quem não vive do Estado e nada faz pelo seu 'empregador', que não seja estoirar-lhe com as contas e comprometer-lhe o futuro. Desculpa, por isso, que me mantenha LIVRE e Democraticamente com as minhas opiniões, muito, muito pessoais, como aliás se devem de ter opiniões. Obrigado.
Dreamer disse…
Alexandre Bazenga, estives-te muito bem na resposta ao anónimo ....
Anónimo disse…
Acho graça ao povo Português,é só criticar mas a abstenção foi o que se viu...........
Não acho que a escolha tenha sido mal feita pois não vejo ninguém neste momento com mais potencial que o Sr.Socrates,vejo sim discursos derrotistas como se já estivessemos condenados à morte.
Ao último dos 'anónimos'...mas nós estamos a esmorecer! Há já muito. Porque o que nos falta é a estrutura, que, nomeadamente, nos protegeria de se eleger tal sinistra e insignificante criatura, o tal de Sócrates...a agonia é lenta mas é certa. E já tem séculos! O 'tal' é apenas, e tão só, o 'carrasco'. Obrigado.

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz