Uma cordial advertência...


Porque alguns posts meus se podem, querem, pretendem confundir com alguma realidade, venho só dizer que nem sempre a realidade é real...nos meus textos. E que pode misturar-se a verdade com a ficção. Mas nunca a mentira.


Muitos textos são puro exercício literário ou, mesmo, um jogo de palavras, sem outra intenção.


Alguns, porém, podem nascer da vida real, da minha ou não da minha. Quem se sente alvo ou tema central de algum texto meu, pode equivocar-se ou não. Mas pode alguma coisa ter, de facto, a ver com alguém. Essa pessoa saberá. Ou ficará na incerteza, um bom princípio, que até já grandes terorias filosóficas já deu e dará ainda.


Boas incertezas, pois!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz