(Im)Previsões e outros "temas"

1. O Governo fez previsões económicas, para 2008, demasiado optimistas. Segundo a Comissão Europeia.
Sobre isto já eu havia escrito aqui, da última vez em 20 de Janeiro.
Parecem pouco graves estes erros, mas não nos esqueçamos que muitas previsões económicas, privadas e públicas, são elaboradas com base nas do Governo, Banco de Portugal e intituições internacionais.
Um dos cálculos que mais nos afecta é o do Indíce de Produtos no Consumidor (inflação), outro será o crescimento do Produto Inerno Bruto (PIB, crescimento económico da riqueza gerada num país), e a estes dois índices estão ligados, de forma directa...os salários- já de sei os mais baixos e com maior perda de poder de compra, de toda a União Europeia.
E pior do que o grau de confiança nos agentes económicos, nacionais e internacionais, é o que de facto significa e o que afecta um menos crescimento do PIB, um menor crescimento das exportações e, ainda mais importante, numa época de crise financeira, e já económica, internacional, um mais baixo crescimento do consumo interno.
Mas quando as coisas saem mal a Teixeira dos Santos ou a Sócrates, dispara-se com outra coisa que, às tantas, nos últimos dois segundos, até esteve favorável...
2. E aproveita Sócrates para insultar os deputados na Assembleia da República, e enganar a verdade ("os projectos que assinei foram todos da minha responsabilidade"precisamente é de responsablidade que se trata e isso confirma-se...assinando...mas a pergunta referia autoria, coisa bem difrerente. E, espante-se, passou...ninguém deu por nada! Onde anda a oposição? Alguém viu o PSD???)
3. O nosso primeiro-ministro (quanto me custa escrever este título para me referir ao Engº Técnico José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, a quem nem um quisque jornais confiaria...) continua no seu estilo, insultuoso, jucoso, passeando as suas omissões, "não-quero-responder-não-me-dá-jeito" pela Assembleia (adormecida) da República e, assim, quando amua...responde com uma piada-insulto, que faz a todos os sim-sim da bancada socialista rirem.
Esta Assembleia já foi a casa da Democracia...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Leituras recomendadas

Parece normal

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz