O Fosso português

Em Portugal aumenta o fosso entre ricos e pobres.
Em Portugal aumenta o fosso entre homens e mulheres, no que aos vencimentos diz respeito
Em Portugal tem vindo a aumentar o fosso entre gestores e os seus colaboradores, ou trabalhadores.

Portugal cria mais injustiça social.

Sócrates revê-se no modelo sueco e nos modelos nórdicos de desenvolvimento. Precisamente os países onde o fosso, as diferenças entre ricos e pobres, dirigentes e dirigidos, homens e mulheres é menor, em todo o mundo!

Portugal é o país do Fosso, o campeão do fosso das desigualdades.

Ando pessoalmente a dizer isto mesmo a todos os que conheço, a familiares, amigos e conhecidos. Este é um problema estrutural gravíssimo que, a acentuar-se, nos vai tornar mais pobres, mais incultos mais escravizados (nomeadamente de espanhóis e de multinacionais em geral). Cunhal falou disto milhares de vezes e, mesmo querendo distanciar-se das ideias de Cunhal, é preciso ter a clarividência para perceber que ele tinha razão.
Estas diferenças não são as diferenças entre os mais capazes e os menos qualificados e capazes, ou inteligentes. Não são as diferenças entre os que se julgam superiores e os que serão inferiores, segundo opinião dos primeiros.
Mas precisamente e muito frequentemente o contrário! Conheço dezenas de exemplos disso mesmo.

Não conheço um só caso que justifique um Director ou Administrador ganhar mensalmente cinco, dez, vinte ou cinquenta mil euros e um seu colaborador próximos auferir dez, vinte,c cinquenta ou cem vezes menos!

Estas diferenças, o fosso, vai matar a nossa economia e subalternizá-la. Porque muitos dos precisamente melhor formados, mais capazes e até inteligentes escolheram o curso errado, ou nem o tiraram, escolheram a profissão errada e esqueceram-se de usar a cunha...

A descapitalização da classe média e a consequente dormência da economia, por não permitir criação de mais e inovadoras empresas (o segredo do sucesso da Alemanha, no pós guerra, esteve nas empresas familiares que ainda hoje subsistem) e a regeneração não vai acontecer. Nunca aconteceu baseada em grandes empresas, muito responsáveis pelo fosso.

Só conheço uma forma de mudar isto: a revolta silenciosa e a recusa individual em persistirem os baixos salários de quadros técnicos, superiores ou não. Porque as diferenças não estão nas classes não qualificadas apenas e acentuam-se nos licenciados que não tendo a cunha não chegam a gestores, ou dirigentes.

Somos o país da vergonha social e este Governo tem acentuado este fosso.

E as diferenças aumentam não só cá dentro, como entre nós e os outros países, obviamente. E seremos mais subalternizados, mas igualmente formados e inteligentes, só não seremos respeitados.

A começar por eles mesmo, quando ministros se recusam publicamente a prescindir de múltiplas reformas e vencimentos, auferidos sem mérito ou merecimento, pelo que agora, também publicamente se pode comprovar pela incompetência atroz crescentemente demonstrada, de quase todos eles.

Somos o país da injustiça e da vergonha, do fosso que os que queremos imitar...não têm.

Já aqui havia escrito isto por diversas vezes e outras tantas verifico que tudo piora e vem confirmar aquilo que digo

Comentários

Angela disse…
Boa tarde,

Vocês só não são os primeiros em tudo isso, porque o Brasil se esmerou em ser o pior de todos. Como dizem: os filhos superam os pais. Isso é uma verdade em relação a todas as falcatruas, descalabros, desigualdades sociais, falta de respeito ao que é público, falta de respeito ao cidadão, falta de vergonha na cara...

Parabémns por lutar por um mundo melhor, se todos tivermos essa disposição, mudaremos muita coisa.

Bom fim de semana,

Um beijo
abf disse…
Olá Angela,
Muito obtigado pelo comentário. è claro que concordo contigo. São muitos os países onde a falta de consideração e o descaramento de governantes e de gestores se conjugam para impedir que se chegue a um nível superiro de desenvolvimento. Portugal e Brasil estão entre esses, mesmo havendo diferenças entre países. E ´so há uma solução: falar, contar a verdade, denunciar, cada vez mais alto!
cruelenelcartel disse…
Nao sei quem es mas e bom saber que nao sou a unica a escrever este tipo de textos!
abandonei portugal recentemente por isso mesmo. Estou neste momento na america latina e quer acreditem ou nao, estou melhor!
Ha, e com um filme a passar me diante dos olhos, uma premonicao viva e actuada de como portugal vai estar daqui a uns anos....PIOR!!!
Obrigada pelas tuas ideias

Mensagens populares deste blogue

Leituras recomendadas

Parece normal

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz