A sensação de asco

Chegar uma vez mais a Portugal, vindo de outro país, e ler nos nossos jornais as últimas noviades dos nossos candidatos autarcas-indiciados...

Um em Amarante, que até se gaba das suas patifarias. Goza com o diheiro público...e o público promete votar nele...

Outra que veio do Brasil, preparou tudo com o isteme judicial e (obviamente tinha de lhe agradecer e mostrar reconhecimento público, terá sido a única coisa que lhe pedirram, como parte do pacto?) e com o chefe do seu (ex) partido...

Que delícia!

Nessas localidades onde tudo se prepara para votar e eleger tais candidatos, as mesmas que votuperam "Lisboa", jurando a pés juntos que "lisboa fica com tudo" (mama tudo), mesmo que, depois, as estatísticas comprovem o contrário (que o tal Norte, hoje abaixao uns 13-15 % da média do PIB nacional e baixo da oficial "pobreza", esse Norte afinal leve bem mais do que Lisboa, no aos fundos europeus diz respeito)

A isto assiste um Presidente inapto- sempre o foi desde o início do primeiro mandato- e uma oposição amorfa, que ainda assiste a bem pior coisa: o polvo socialista que se vai instalando e "mamando"

Choro ou vou-me embora?

Comentários

Anónimo disse…
pode ser que entretanto em belém haja alguma "alegria" (como será a macaquinha?)

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz