Million Dollar Eastwood


À espera da vida política deste país, onde nos podemos dar ao luxo destas pausas e interregnos, onde homens de passado direitista- delfins de antigos Presidentes de Conselho de Ministros da 'antiga senhora', concretizemos: delfim de Marcello Caetano (se ele fosse vivo morria agora!), assumem lugar em governos socialista arrogantes, dando a ideia de o gosto pelo poder ser mais forte do que tudo omresto...ela era até agora Administador da CGD (há homens que são competentes para tudo, para tudo e acumulam onze ou vinte lugares de topo, e dormem três horas...ehhh lá!)- sim porque se Cavaco era arrogante quando usava de silêncio 'menino' Sócrates, sem estatuto à altura de nada, é o quê? Ah democrata rigoroso e eficiente...esperemos.

Mas nesta espera para entrar na nova era da incompetência (mania minha, espero enganar-me...), aproveitei e fui ver o que me parecia o resultado do trabalho de um homem, de facto, eficiente e competente!

E...valeu!

Um dos melhores filmes que tive o prazer de ver nos últimos tempos.

Já com Mystic River Estwood demonstrara ser um dos maiores e melhores realizadores de sempre do universo de Hollywood.

Gostei especialmente deste Million Dollar Baby. Gosto de filmes que me tocam pela sensibilidade, sem serem proprimente lamechas, mas porque se a história é dramática ou tem algo de dramatismo, há que saber explorar tal faceta da mesma. É o caso deste filme. Mas para além do drama, o filme tem mesmo uma história, bem contada, bem, muito bem interpretada.

Hilary Swank estava esplêndida! Morgan Freeman estava tão bem quanto ela...e Clint Eastwood no seu melhor.

Não sou especialista em cinema, mas sou um tanto fanático por esta forma de arte.

Filmes assim fazem-me continuar a acreditar que pelo menos com o cinema poderei contar sempre, para me fazerem viver e reviver emoções, aprendendo ainda um pouco mais, cada filme um pouco mais.
Posted by Hello

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parece normal

Leituras recomendadas

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz