Nantes: La Folle Journée 2005


Folle Journée: Beethoven et ses amis

Começou hoje a Folle Journée, em Nantes, a grande festa de música clássica.

Na cidade da organização original de René Martin, festeja-se este ano "Beethoven e os seus amigos": para além do grande génio da música clássica, desfilarão ainda compositores muito pouco conhecidos do grande público, como Clementi, Cramer, Hummel, Diabelli, Dussek, Pleyel, Czerny e, claro, o homem que não matou Mozart, Salieri- injustamente acusado algumas vezes, pela incultura norte-americana, como assassino do génio de Salzburg e desconsiderado na qualidade como compositor.

A verdadeira novidade não deverá ser, para a generalidade do público, o criador do Hino à Alegria, génio e livre-pensador de Bona, mas antes os seus "amigos". Muitos deles, desconhecidos em geral, foram decisivos na obra de Beethoven.

Estas fantásticas jornadas, que também já chegaram há alguns anos a Lisboa e também a Tóquio, são famosas pela perfeita aliança entre elevada qualidade nas execuções e preços muito acessíveis.

A Folle Journée (Festa da Música, em Portugal) são fruto de uma capacidade de organização e gestão - que para poder dar corpo a este tipo de organizações de grande envergadura, propositadamente fez um curso de gestão - do seu mentor René Martin, igualmente responsável pela realização de Lisboa.

A música clássica assim democratizada, onde todos descontraidamente se dirigem, desportivamente trajados, e se vive um verdadeiro ambiente festivo, durante três dias consecutivos, torna-se um acontecimento de grande força, na divulgação deste género, frequentemente mal conhecido e mal amado, de um público que não se apercebe do seu valor, na génese de tantos outros géneros musicais, mais contemporâneos e universalmente divulgados.

No fim de semana de 25 a 27 de Abril será a vez de Lisboa. Lá estarei, de tenda montada, no meu stress de estimação, de sala em sala, tenatndo assistir ao maior número possível de concertos e recitais, num gozo pessoal indescritível! Posted by Hello

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Leituras recomendadas

Parece normal

Nenhum dia é suficiente para conter toda a luz